6 dicas de ouro para o seu e-commerce

Por Communicare

Sendo um dos setores do comércio que mais crescem na atualidade, os e-commerce vêm ganhando ainda mais destaque em tempos de pandemia

Gabriel Reis

Imagem: Banco de Imagens

Não é de hoje que o comércio digital vem ganhando destaque. Muito mais que apenas uma alternativa ou vertente do comércio tradicional, criar um negócio online é a chave de sucesso para quem deseja vender algum produto ou serviço na internet de forma rápida e com menos custos.

Ainda, devido a pandemia de COVID-19, os comércios tradicionais estão sendo obrigados a permanecerem fechados ou em período de funcionamento reduzido e com inúmeras restrições. Dessa forma, os e-commerces tornaram-se a válvula de escape para comerciantes já atuantes e uma oportunidade para aqueles que ainda tem apenas uma ideia no papel. 

Assim sendo, de acordo com dados do movimento Compre&Confie, o e-commerce brasileiro faturou R$9,4 bilhões em abril deste ano, representando um aumento de 81% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Portanto, se você já tem ou deseja ter um comércio online, esse é o momento ideal para expandir as ideias e alavancar o seu negócio. Pensando nisso, preparamos 6 dicas de ouro para você:

1. PLANEJAMENTO

Antes de colocar a mão na massa, é importante arregaçar as mangas, pegar lápis e papel e começar a traçar um planejamento, afinal, apenas com ele podemos ter ideia em onde queremos chegar.

Saber para quem você está oferecendo o produto ou serviço é a parte mais importante dessa etapa. Deve-se ter em mente quem você quer atingir com seus produtos, pois isso definirá quais os melhores passos para dar em seguida. 

Outro ponto importante, é saber onde seu público está, assim você saberá quais canais usar para atingi-lo e onde você deve focar seu conteúdo e divulgação. 

2. PLATAFORMAS

Se você ainda não possui um e-commerce, é hora de escolher em qual plataforma o seu negócio será desenvolvido. Atualmente, duas plataformas principais são bastante recomendadas.

Para os comerciantes que não necessitam de grandes gamas de edição de site, o Site123 consegue suprir muito bem suas necessidades, através de uma plataforma totalmente online e que não exige um conhecimento aprofundado dos usuários. 

Já para aqueles que precisam de maiores possibilidade, o Open Source permite um controle completo do roadmap (ferramenta onde é possível planejar, comunicar e ter uma visão futura dos seus produtos), além de não obrigar o dono do negócio a ficar preso ao aluguel de uma plataforma, por ser um software inteiramente gratuito e editável. 

3. ESTEJA NAS REDES SOCIAIS

Hoje, estar ou não nas redes sociais deixou de ser uma opção para as marcas, afinal, segundo pesquisa realizada pela Globo/WebIndex, em 2019, o Brasil foi ranqueado como o segundo país em que as pessoas passam mais tempo nas redes sociais.

Assim, para atingir cada vez mais o seu público, é preciso estar onde ele está e, sem dúvidas, esse lugar é nas redes sociais. 

Além de estabelecer uma maior relação com o público, elas ainda permitem obter feedbacks acerca do seu negócio. Você também pode investir em publicidade nesses canais de forma mais acessível que na mídia tradicional, aumentando potencialmente  sua visibilidade e atração.

4. INVISTA EM MARKETING DE CONTEÚDO

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia de marketing na qual o objetivo é atrair o seu público através da produção de conteúdos relevantes (textos, vídeos, e-books etc).

Atualmente, de acordo com dados do Google, a maior parte dos usuários usa a internet para buscar algum tipo de informação, logo, para atingir a tão sonhada primeira página de pesquisa, é preciso mostrar-se como autoridade em algum assunto.

Produza conteúdos que agreguem valor à sua marca e ao seu negócio, pois, além de ser útil, irá lhe ajudar a passar a mensagem ideal no momento certo e para a pessoa certa e potencializar suas vendas. 

5. CRIE O SEU FUNIL DE VENDAS

Um funil de vendas é a forma mais prática e eficaz de visualizar todo o trajeto que seu cliente irá efetuar e guiar seu posicionamento e estratégia desde o momento em que ele entra em contato com a sua marca até a venda de um produto ou serviço.

Para o topo do funil, foque em despertar no consumidor o sentimento de necessidade, estimulando-o a pesquisar mais sobre o assunto e perceber que tem a oportunidade de solucionar determinado problema.

No meio, é importante amadurecer o visitante, aprofundando suas necessidades.

Já no fundo, diferencie seu e-commerce das demais opções, ofereça condições e demais estratégias que estimulem o consumidor a fechar a compra. 

6. FAÇA TESTES

Por fim, realize testes durante todo o processo em que o cliente tem contato com o seu e-commerce. Assim, você poderá identificar e solucionar possíveis erros que os consumidores possam estar tendo ao desejar efetuar uma compra ou acessar algum de seus conteúdos. 

Assim como todo negócio físico, os digitais também precisam ser constantemente testados, realizando melhorias, ajustes e assim otimizar o desempenho e a experiência que os clientes terão com o seu e-commerce.